Massagem tântrica

Muito mais que uma massagem, podemos defini-la como uma técnica de expansão da sensibilidade retratado na maioria das vezes no desenvolvimento do orgasmo, ou dos múltiplos orgasmos, quando a massagem é bem-feita! Ela aumenta o prazer em partes específicas na pele o nos músculos do corpo, levando para o parceiro que recebe a massagem, uma ampla gama de novas sensações sexuais, assim modificando sua estrutura corporal, proporcionando dessa forma novas qualificações de orgasmos, diferentes dos já conhecidos tradicionalmente, mas com maior intensidade e com diferentes períodos cada.

O massagista ou o parceiro que está aplicando a massagem, deve ficar atento aos aspectos perceptivos do corpo da pessoa que está recebendo. Procurar entender e identificar as reações espontâneas no início e meio da cessão, são de extrema importância, uma vez que cada um de nós temos mais sensibilidade em determinada parte do corpo.

Este tipo de massagem é indicado, entre outros, para disfunções sexuais. Os famosos transtornos sexuais, fruto por exemplo da forma com que uma pessoa pode ter sido apresentada pela sociedade, a sexualidade. Ausência de um verdadeiro prazer sexual, ejaculação precoce, impotência e masturbação compulsiva são apenas alguns dos transtornos que dependendo do grau atual, podem ser resolvidos com tratamentos baseados na massagem tântrica.

É muito utilizada também por casais, para elevação do prazer sexual. Onde podemos coloca-la acima da massagem sensual, por suas técnicas mais avançadas e nível de dificuldade de absorção das respostas apresentadas pelo corpo do parceiro que recebe a massagem.

Como já abordado na matéria, é de extrema importância conseguir identificar os reflexos do parceiro no início e no meio para que o sucesso na massagem seja alcançado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *